TIMELINE DO PROCESSO

terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

Como tudo começou - Parte 2

Bom pessoal, agradeço pelos comentários recebidos, o que me dá mais força para continuar este projeto de construir o blog.
Uma vez que a perspectiva de mudança para as terras geladas do norte havia sido descartada pelo lado feminino da família, fomos forçados a enterrar o sonho/desejo de imigração. Mentira !!!!! pode ser que na cabeça dos demais componentes da família isto fosse uma realidade, mas não na minha. Confesso que minha vontade de deixar o país martela em minha cabeça desde a volta de minha primeira viagem para o Canadá.
Neste período de praticamente 12 anos, obviamente, muitas coisas aconteceram, mudanças de emprego/empresa, casamento, nascimento de nossa querida filinha, uma segunda viagem para o Canadá, agora com a esposa, para mostrar ao vivo e a cores a razão de minha insistência (acho que vocês entendem o que estou dizendo eh eh eh) e com vistas a facilitar o processo de convencimento. Enfim, a vida caminhou para frente como não poderia deixar de ser, mas apesar dos muitos momentos felizes, vitórias atingidas, obstáculos sobrepujados, realizações conquistadas e sem dúvida uma evolução de carreira bastante sólida e consistente, sempre senti que havia um vazio dentro de mim, a sensação de que não me sentia uma pessoa completa e que persistentemente vivia em busca de algo para preencher este vazio. É engraçado, mas intimamente sempre tive a impressão de que esta minha vontade e desejo de imigrar para o Canadá, acabou sendo uma espécie de "freio de mão" que não me permitiu deslanchar para valer, é como se uma voz dentro de mim dissesse, não adianta, não fica se matando a toa, pois aqui não é o teu lugar, sei lá, parece uma grande loucura, nem sei se alguém já sentiu isso também.
O fato é que nestes últimos 12 anos, muitas vezes cheguei muito próximo de entrar com o processo mas por questões de ordem economica ou mesmo por solicitações de entes queridos, acabava me demovendo da ideia e continuava insistindo em tentar encontrar meu lugar por aqui.
Esta busca mostrou-se inócua e improdutiva, além do sentimento de desperdício de alguns bons anos de minha vida tentando buscar algo aqui sem nunca encontrar.
Tudo isso, me levou ao ano de 2007 que talvez ficará marcado na minha/nossa história como a ano da virada, o ano em que dei um basta definitivo às tentativas de fixar nossas raízes em solo brasileiro e finalmente tomei a decisão (uma das mais importantes e sérias da minha vida) de dar entrada no processo de imigração e dar um novo rumo para a minha vida e da minha família.
Recentemente, assisti um filme motivacional que conta a história da águia, e nele é retratada a vida deste belo pássaro e a decisão que o mesmo tem de tomar quando atingi a metade de sua vida (em torno de 35 anos), ou seja, escolher o caminho mais fácil e menos sofrido e viver mais alguns anos ou passar por um processo lento, solitário e doloroso de troca de seu bico, suas unhas e penas, para renascer e aproveitar outros 35 anos de forma ativa e saudável.
É como já disse antes, sinto-me como uma águia que chegou no momento que tinha que tomar a grande decisão de sua vida com o objetivo de ganhar oxigênio e entusiasmo para viver melhor a outra metade de sua vida. Tenho certeza que os amigos que compartilham deste sonho, assim como eu, estão no caminho certo de conquistarem o direito a um novo recomeço.

8 comentários:

Eliane disse...

Que coisa mais linda Breno, adorei o seu post. Obrigada por ter nos adicionado em sua lista. Eliane.

Mariana disse...

Oi Breno,

Parabéns pelo blog! Já fiz a assinatura dele no meu Bloglines e vou acompanhar sempre daqui por diante.

Boa sorte no processo e se precisar trocar umas idéias, estamos à disposição!

Abraços,
Mariana

Sandro e Família disse...

Breno

Parabéns pelo blog e pela coragem de ter tomado a decisão de imigrar. Fique tranquilo pois tambem sinto que só estarei completo quando estiver no Canadá, e quando estivermos por lá dividiremos muitas alegrias e novos sentimentos.

Estou disposição para ajudar no que for possível no quebra-cabeça do mundo dos blogs.

Já adicionei o projeto de vida no blog.

Abração

Fernando Faian e Silvia disse...

Olá Breno, obrigada por ter nos adicionado no seu blog. Dividiremos nossas dúvidas, expectativas e ansiedades. Um abraço à todos.
Silvia

Re e Li disse...

Legal o blog e a história de vida.Eu tb sinto que esse desejo de morar fora persiste dentro de mim desde que fiz intercâmbio e acho que tb é meio que um freio que não me faz deslanchar por aqui. Vc falou tudo! Ainda bem que tivemos a coragem de dar a volta e recomeçar!
Continue contando a saga rumo ao norte!

André disse...

Parabéns pelo blog! Também fiz a mesma viagem que você, quase na mesma época e com meus pais e adorei o Canadá. Vivi por 4 anos nos EUA e sei que a vida lá pode ser boa. Desejo sorte no processo e conte conosco.

André (projetomapleleaf)

Adriana disse...

Adorei o seu pose Breno!! Me sinto do mesmo jeito. Ja morei nos EUA e sei a grande diferença que é viver fora do Brasil. Uma pena que meu marido não seja uma pessoa empreendedora, senão ja teria mandado os papeis. Espero que tudo de certo para vcs!!!

vinny disse...

Parabens voce feza coisa certa,pretendo fazer o mesmo, nem que seja daqui uns 3 anos, porque no momento ainda nao posso sair do pais,mas ate sonho em ir pro canada,tudo legalizado pra nao ter problemas futuros e tentar um recomeco.Faco massagem e tenho curso superior,mas so tenho que estudar ingles, pra poder dar entradas nos papaeis sei que 'e importante o idioma fluente.boa sorte voce merece...